Quase exclusivo dos homens – Gravatas

gravata

O vestuário masculino no início do século XIX, também deu oportunidade a gravata se apresentar e consagrar como uma forma do homem dar “tom” ao seu guarda-roupa emplacando estilo. Se realmente o guarda-roupa masculino não sofre grandes alterações com a moda, a gravata personaliza com criatividade diferenciando alguns homens de outros.
Na Antiguidade se tem os primeiros registros do uso de lenços e faixas, a gravata, como a conhecemos hoje, surgiu após a Revolução Francesa. Há indícios de que a estréia da peça date de 1660, quando guerreiros da Croácia apresentaram-se diante do rei Luis XIV, com uma tira amarrada no pescoço. Vaidoso, o monarca teria adotado a peça passou a ser usada também pelos súditos. Anos mais tarde, foi levada para a Inglaterra e para as colônias americanas pelo imperador Charles II, em seu retorno do exílio francês.
Nos dias atuais, a peça não só evoluiu como se tornou umas das peças mais importante de muitos homens elegantes. A única peça exclusivamente masculina e já foi usada por mulheres que tem estilo.

Anúncios